quarta-feira, 20 de abril de 2011


Somente depois da última árvore derrubada,
depois do último animal extinto,
e quando perceberem o último rio poluído, sem peixe,
O Homem irá ver que dinheiro não se come! (Provérbio Indígena)
 
Credito:http://lindas-flores.blogspot.com/